Câmara de Dirigentes Lojistas de Campinas

Sábado, 16 de Dezembro de 2017
busca

CDL Institucional

CDL Associados

CDL Serviços

CDL On-line

CDL Institucional

"Cinco Décadas de História"

"A preservação da memória imprime respeito ao passado e, principalmente, promove a garantia de um futuro, pois não há futuro para aqueles que não compreendem e honram sua história".

 

19 de agosto de 1959

 

O comércio ganha maior representatividade

 

Entre 1900 e 1950, a população campineira mais que duplicou e atingiu o número de 153 mil habitantes. A expansão da malha urbana foi igualmente intensificada e Campinas passa a enfrentar os primeiros desafios de uma cidade em expansão. Nesse clima de efervescência social, é fundado o Clube dos Diretores Lojistas de Campinas (CDL), entidade cujo escopo visa complementar os desígnios da já existente Associação Comercial e Industrial de Campinas (ACIC), estabelecida em 1920.

 

Consta na ata da fundação do CDL a meta de defesa dos interesses do comércio da cidade, a promoção de vendas por meio do fomento de campanhas, bem como o compromisso de fortalecer os laços entre a classe e o incentivo de um maior fluxo turístico a Campinas. A primeira ação efetiva foi o estabelecimento de uma parceria com o poder público para o implemento da iluminação natalina.

 

Década de 1960

 

O entusiasmo dos pioneiros

 Nesse período, os objetivos do CDL são intensamente colocados em prática. As ações da entidade são notáveis em datas comemorativas, com grandes promoções e desfiles com carros alegóricos representantes do comércio. Em 1960 o CDL organizou, juntamente com a ACIC e a Associação Campineira de Turismo, os Jogos Abertos do Interior, na época, a maior Olimpíada Esportiva da América Latina. Em julho de 1962, foi organizada a 1ª Exposição Campineira de Indústria e Comércio.

 

Campinas avança continuamente em sua expansão econômica. Avenidas são alargadas, novas vias e rodovias são construídas e a ampliação urbana progride. Em 1960 é fundado o aeroporto internacional da cidade, com a oferta de vôos comerciais. Em 1963 é criado o Sindicato dos Lojistas do Comércio de Campinas (Sindilojas), em complemento às ações promovidas pelo Sindicato do Comércio Varejista de Campinas (Sindivarejista), estabelecido em 1944.

 

Década de 1970

 

Campinas se consolida como centro regional

 A década de 1970 é marcada pela celebração do bicentenário de fundação de Campinas e por um número significativo de inaugurações de edificações, vias públicas e espaços de lazer, cultura e comércio. O destaque é a criação do Convívio, na área comercial central, em 1976, com o intuito de transformar o espaço em um lugar mais agradável e humano.

 

A atividade comercial se intensifica e Campinas se consolida como centro regional vital para a economia do Estado de São Paulo e do Brasil. O CDL acompanha essa ebulição social e cultural e amplia as campanhas promocionais, além de intensificar sua atuação junto aos organismos de gestão pública.

 

Década de 1980

 

Desafios de uma metrópole

 

A população do município aumenta significativamente, tal como a dimensão da malha urbana. O progresso social e econômico implica desafios grandiosos à administração da cidade, que ganha os contornos de uma metrópole. A atividade comercial acompanha o processo e estende sua rede junto aos novos núcleos urbanos.

 

A década é igualmente marcada pela inauguração do primeiro shopping center da cidade, em 1980. O CDL avança em suas reivindicações junto aos órgãos públicos, para solucionar problemas do cotidiano, como prolongar o horário do comércio.

 

Década de 1990

 

Clube dos Lojistas passa a ser Câmara dos Dirigentes Lojistas

 1994 é um marco na história do Clube dos Diretores Lojistas de Campinas. A entidade passa a se chamar Câmara de Dirigentes Lojistas de Campinas e ganha a força da Federação Paulista e da Confederação Nacional dos Lojistas, entidades criadas para defender os interesses comuns. A congregação da CDL aos organismos estadual e federal imprime um ritmo ainda mais intenso de representatividade dos comerciantes da cidade.

 

Novos shopping centers se instalam na cidade, que ganha cada vez mais contornos de grande pólo de comércio. Em 1991 o Código de Defesa do Consumidor é aprovado na Assembléia Legislativa. A CDL fortalece a promoção de grandes campanhas em datas comemorativas, com o fomento de sorteios e de palestras voltadas aos lojistas. Uma época em que o comércio de rua se une, preocupado em atrair ainda mais clientes.

 

2000 Perspectiva para um novo século

 

A revitalização do centro urbano

 

Grandes ações pertinentes à recuperação e conservação do patrimônio arquitetônico campineiro são tomadas nessa década. A CDL é a proponente do restauro do Palácio dos Azulejos junto ao ministério da Cultura, em parceria com a Prefeitura Municipal. A recuperação deste marco histórico proporciona um investimento no poder atrativo do centro da cidade como espaço de comércio, lazer e cultura.

 

Foi criado em fevereiro de 2005, com a iniciativa e apoio da CDL, o Conselho Municipal de Segurança (Conseg) do Centro. A cidade também ganha a reforma da Rua 13 de maio, cuja inauguração se deu em 2006. A reurbanização e a intensificação da segurança da área central propiciam uma requalificação visual do local, e incentivam a reforma de fachadas de lojas, bem como a vinda de novas redes à cidade. O aumento da concorrência impulsiona a melhoria da qualidade do atendimento ao cliente e o aprimoramento dos perfis das lojas.

 

Novas Perspectivas 2008-2009

 

Resgate do passado para garantia do futuro

 

A CDL segue com o objetivo de representar os interesses da classe de comerciantes e lojistas de Campinas perante as instituições, o poder público e a sociedade. Promove ainda o fortalecimento de ações que consolidem a qualificação do comércio campineiro, com o fomento de campanhas promocionais, eventos, palestras e treinamentos. O glamour e a elegância dos jantares promovidos nos primórdios da entidade deram lugar a reuniões, em que os interesses, direitos e deveres dos lojistas são discutidos e resolvidos em comum acordo entre diretoria e associados.

 

O empenho e o compromisso da CDL em dar continuidade ao escopo firmado em sua fundação refletem o legado construído em cinco décadas de existência que se completa. O respeito ao seu passado garante perspectivas de progresso presente e futuro. A entidade valoriza a preservação de sua documentação histórica, como forma de dignificar não apenas os seus feitos, como os de todos que participaram da construção dessa história.

 

Observação – Painéis de Presidentes

 

Presidentes CDL Campinas

 

Toda instituição é feita da soma do trabalho de muitas pessoas. Ao longo dessas quase cinco décadas, muitos foram os que somaram à missão da entidade e deram sua cota de apoio à construção dessa marca, que hoje é uma dos mais fortes símbolos da atividade empresária de Campinas.

 

Presidentes CDL Campinas

 

Muitos passaram por ela anonimamente e, a estes, rendemos nossa homenagem na pessoa dos presidentes, a quem coube amalgamar os esforços e dar prosseguimento à vida da entidade.

"Exposição dos Painéis na Galeria de Fotos"

Parceiros

acic
Sebrae
Twitter
Vizzia Agência Digital